A pandemia por covid-19 virou 2020 do avesso e desestruturou todos os nossos planos: aulas de diversas universidades estão suspensas, formaturas atrasaram, estagiários foram dispensados e programas de estágio pausaram. Como sabemos que esse é um momento difícil, elaboramos esse guia completo para ajudar você a conseguir o estágio dos sonhos durante esse período difícil.

Empresas por todo o país se adaptaram e abriram novas oportunidades com processos seletivos e onboarding 100% online.

Por isso, se você sempre sonhou com uma oportunidade, mas a distância era um empecilho, saiba que agora várias vagas estão disponíveis no modelo home office.

É a sua chance de brilhar!

fred armisen lol GIF by IFC

Quer ver como?

Se liga nos tópicos:

Como conseguir experiência antes de estagiar?

Você já deve ter visto vagas de estágio com uma lista enorme de pré-requisitos e não entendeu nada.

Calma, os recrutadores não estão procurando alguém com 15 anos de mercado!

Mas é importante você mostrar que já tem os conhecimentos e as habilidades necessárias para entrar na empresa.

É aí que entram as atividades extracurriculares – ou seja, atividades que contribuem para a sua formação pessoal e profissional.

Algumas delas são:

  • Atlética
  • Empresa Júnior
  • Diretório Acadêmico
  • Monitoria Acadêmica
  • Trabalhos Voluntários

*Durante o isolamento social, as organizações estudantis se adaptaram e abriram processos seletivos remotos. Busque mais informações nas redes sociais relacionadas ao seu curso/universidade.

**Caso não encontre nada, não desanime! Dê uma olhada em vagas de trabalho voluntário nas plataformas que vamos indicar abaixo 🙂

1. Empresa Júnior

Empresa júnior é uma associação sem fins lucrativos formada por alunos de graduação com o apoio dos professores.

Funciona como uma ponte entre teoria e prática!

Possibilitando maior contato com o mercado de trabalho e o desenvolvimento de habilidades como comunicação, trabalho em equipe, liderança, gestão do tempo, responsabilidade e agilidade

*Quer saber mais? Temos outros dois artigos sobre Empresa Júnior: O que é uma Empresa Júnior e 5 motivos para ser um empresário júnior.

2. Atlética

A Atlética é uma associação independente, também formada por universitários, que tem como objetivo integrar os alunos por meio de eventos, incentivar a prática esportiva e promover ações sociais.

3. Diretório Acadêmico

Diretório Acadêmico é uma entidade do movimento estudantil, sem fins lucrativos, que tem como objetivo representar os interesses dos estudantes de nível superior dentro de uma instituição.

Isso ocorre por meio da organização de debates, palestras, eventos e levantamento de discussões importantes.

4. Monitoria Acadêmica

Monitoria Acadêmica é um programa com o objetivo de aproximar os estudantes da prática da docência. As atividades são realizadas com a orientação e supervisão de um professor.

O monitor é responsável, então, por auxiliar outros alunos no decorrer da disciplina. Criando materiais, esclarecendo dúvidas e o que for necessário de acordo com o plano de atividades do semestre.

5. Trabalhos voluntários

O Voluntariado é uma atividade de cunho social e comunitário que ajuda a aumentar seu networking, exercita a empatia e o senso de responsabilidade.

O melhor de tudo: você não precisa sair de casa para ter essa experiência!

Plataformas como Atados, Busca Voluntária, Pátria Voluntária, Sociomotiva, Compartir e o Programa da ONU funcionam como mediadores para encontrar uma iniciativa remota que seja a sua cara. 

Onde buscar vagas de estágio?

Uma dúvida comum é: onde consigo me inscrever para vagas de estágio?

Bom, hoje em dia temos milhares de plataformas ao nosso alcance e fica até difícil de escolher.

Separamos as principais para que você fique sempre de olho:

1. LinkedIn

Se você ainda não usa o LinkedIn, está na hora de começar.

Criar um perfil lá é muito importante para ficar em contato com profissionais da sua área, empresas e saber as melhores oportunidades

Além de seguir as empresas que gosta e se conectar com pessoas influentes, você consegue ativar notificações para vagas

Por exemplo, vamos supor que você estude Administração e esteja buscando uma vaga de estágio. É só pesquisar “Estágio em Administração”, clicar em “Vagas” e ativar o alerta: 

imagem de demonstração: como ativar notificações de vagas no linkedin
2. Academia do Universitário

A Academia do Universitário disponibiliza diversas vagas em Startups e Empresas.

O diferencial é o Processo Seletivo, com uma trilha de aprendizagem que nos prepara para a vaga antes da entrevista com os gestores. 

Mais que isso, a AU tem várias formas de contato para desenvolver os universitários: grupos no telegram, lives, podcasts e uma comunidade – quase uma rede social própria – para trocar experiências. 

Vale a pena dar uma olhada no site.

3. Glassdoor

No Glassdoor, além de conseguir buscar vagas, você tem acesso a depoimentos de funcionários e ex-funcionários, média de salários por cargo e experiências de candidatos em entrevistas.  

Essas informações são muito úteis antes de se candidatar a uma vaga.

4. Outros

Mais sites que valem a pena dar uma olhada são Connect, Companhia de estágios99 jobs.

Como escrever um bom currículo?

Escrever o currículo pode parecer uma tarefa difícil, ainda mais quando não temos experiência profissional.

Relaxa, não é!

O primeiro passo é definir onde começar o processo de escrita.

Nós indicamos o uso do Word ou do Canva!

Só tenha cuidado com os templates prontos. Procure criar algo simples para não deixar o recrutador confuso, mas com a sua cara e o seu toque pessoal.

Afinal, esse provavelmente é o seu primeiro contato com a empresa e você precisa se destacar dos outros candidatos.

Ah, não esqueça, sempre envie o documento em PDF, ok? Só faça diferente se especificarem outro formato.

Vamos ao conteúdo?

1. Informações de contato

Comece escrevendo as suas informações pessoais:

  • nome
  • melhor e-mail
  • telefone
  • endereço – não precisa ser completo, colocar o bairro, a cidade e o estado já é suficiente.
2. Objetivo

Para uma vaga de estágio, não é preciso se aprofundar no objetivo para não correr o risco de usar frases clichês e sem conteúdo.

Uma dica legal é colocar a palavra-chave que está na descrição da vaga, já que muitas empresas analisam currículos buscando por esses termos.

Por exemplo: se você se candidatou para “Estágio em Web Designer”, coloque “Estágio em Web Designer” como objetivo.

3. Formação

Coloque o nome do seu curso, o nome da instituição de ensino superior e os anos de ingresso/previsão de conclusão.

Exemplo:
Turismo
Universidade Federal Fluminense
2017.1 – 2020.2

4. Experiência Profissional

Caso tenha uma experiência profissional anterior, escreva:

  • cargo
  • nome da empresa
  • mês/ano do início e fim da atividade
  • descrição das suas funções (em tópicos)

Caso não tenha experiência, pule essa etapa.

5. Habilidades

Aqui cabem os idiomas que você estuda e qual é o seu nível neles (básico, intermediário ou avançado).

Além dos conhecimentos em programas, como Photoshop, Illustrator, Powerpoint, Excel, VBA, Power BI e outros.

*É importante escrever o seu nível de conhecimento ao invés de usar estrelas, barras, pontinhos, etc. Porque muitas empresas usam tecnologia para fazer essa análise inicial e esses elementos não são lidos pelos robôs.

6. Atividades Extracurriculares

São os trabalhos voluntários, suas experiências com atlética, empresa júnior, intercâmbio, etc.

Assim como nas experiências profissionais, é legal que você descreva suas funções.

7. Cursos Complementares

Mostre que está sempre estudando, mas cite apenas os cursos relacionados com a vaga e feitos recentemente.

O formato é igual ao da formação:

  • nome/tema do curso
  • instituição
  • período/data de conclusão

Como se preparar para uma entrevista?

Sua performance em entrevistas de estágio depende de diversos fatores. Alguns, infelizmente não são controláveis, como: a internet não funcionar direito no dia, algum imprevisto familiar ou o desempenho de outros candidatos. 

Mas, foque no que é possível controlar, ok?

Estar bem preparado é entender quem você é, estudar a cultura da empresa e analisar o mercado no qual ela está inserida. 

Mastigadinho para você:

1. Autoconhecimento 

Primeiro de tudo, saiba quem você é, o que faz, qual é o seu diferencial e quais são seus objetivos pessoais e profissionais

Só para você ter ideia da importância do autoconhecimento, aqui vão algumas das perguntas principais em entrevistas:

  • “Me fale sobre você”
  • “O que você faz no tempo livre?”
  • “Quais desafios você já enfrentou?”
  • “Onde você quer chegar em 5 anos?”
  • “Do que você se orgulha de ter feito?”
  • “Me conte um erro seu e o que fez para resolvê-lo”
  • “Por que a empresa x?”
  • “Por que devo te contratar?”

Para responder essas perguntas, você precisa relembrar a sua história.

Você com certeza já fez diversas coisas interessantes na vida e passou por desafios, mas às vezes a memória falha e algumas informações são esquecidas. 

Nossa dica é: escreva sobre a sua vida.

Pegue um caderno, abra as notas do celular ou o Google Docs: lembre-se de tudo o que já fez que pode ser relevante para a vaga e coloque ali. 

Depois, organize essas experiências de acordo com as principais perguntas em entrevistas – pode usar as que coloquei de exemplo e buscar outras no Google. 

Por último, treine!

Faça isso gravando vídeos e áudios no celular ou falando com o espelho até que as frases façam sentido e estejam na ponta da sua língua – não precisa decorar, só se sentir confortável respondendo cada pergunta. 

Lembre-se: não minta nunca! Nenhum detalhe. Se você não souber algo, não tem problema. Fale que não sabe e demonstre vontade de aprender.

2. Estude a empresa

Essa etapa é super importante e muitos candidatos a ignoram. Nós temos acesso a muita informação e precisamos usar isso a nosso favor:

  • Estude o site da empresa: saiba os serviços/produtos, os valores, a missão e a visão;
  • Entre no LinkedIn : observe como a empresa se comunica e quem trabalha lá;
  • Visite as redes sociais: como a empresa se mostra ao mundo? como é feita a comunicação com os clientes?
3. Estude o mercado

Essa etapa é essencial se seu objetivo for se destacar e conquistar os recrutadores: conheça os gigantes do mercado de atuação da empresa, saiba o que fazem de diferente, o que fizeram para chegar no topo, como se relacionam com os clientes e todos os detalhes que conseguir. 

Na hora da entrevista, mostre o quanto estudou.

Faça perguntas, compare a empresa com as concorrentes e vire o jogo para o entrevistador em alguns momentos.

Entrevista é bate-volta, é troca – de forma equilibrada e com noção, claro. Porque você também precisa saber os erros e desafios da empresa, onde ela quer chegar em alguns anos e por que você deve investir seu tempo, conhecimentos e habilidades nela. 

Qual é a roupa certa para uma entrevista?

Não tem resposta certa para essa pergunta!

Pense na fase de estudo: como os funcionários estão vestidos nas fotos do perfil do LinkedIn e do Instagram da empresa?

Esse é o estilo de roupa que você deve usar.

Não faz muito sentido ir de roupa social para uma entrevista numa startup, por exemplo. Ao mesmo tempo que não faz sentido ir de roupa casual para uma entrevista em um hotel de luxo.

Conheça seu público. 

Bônus: aplicativos que ajudam durante processos seletivos

A tecnologia facilita o nosso dia-a-dia e não seria diferente durante processos seletivos.

O Miro e o Notion são aplicativos incríveis que podem te ajudar a não perder nenhum prazo e a organizar suas vivências: 

1. Notion

O Notion é um aplicativo multifuncional para gerenciar tarefas e organizar projetos.

Um dos templates disponíveis permite o upload do currículo, carta de apresentação, portfólio e outros documentos importantes.

Além disso, é possível preencher uma tabela com o status do processo, prazos para entregas ou feedbacks e dados da empresa – informações disponíveis para consulta a todo momento em qualquer dispositivo.

Como funciona?
  1. Crie uma conta no Notion
  2. Com a conta criada, clique em “Add a page”;
  3. Depois, na página nova, selecione a opção “Templates“;
  4. Ao clicar em “Templates“, vai aparecer uma janela com diversas opções; 
  5. No menu da direita, escolha “Personal” e, em seguida, “Job Applications”; 

Pronto! A página vai estar com as configurações básicas abaixo e é só personalizar do seu jeito: 

2. Miro

O Miro é uma ferramenta de planejamento visual e colaborativo que permite a criação de mapas mentais e diagramas.

Os mapas mentais nos ajudam muito na etapa de autoconhecimento. Com eles, conseguimos visualizar melhor nossas vivências e criar uma linha de raciocínio para as nossas histórias. 

Olha só um exemplo:

Gostou? Então clique aqui para ter acesso* a esse mapa mental e comece a sua jornada em busca do estágio dos sonhos hoje mesmo!

*Por questões de segurança, você só poderá ver o mapa para se inspirar e criar o seu. Para fazer isso, crie uma conta no Miro, selecione a opção “Mind Map” e adapte as nossas sugestões para a sua realidade.

Por hoje é isso! Estamos torcendo muito por você 🙂

Fontes sobre currículo: Leonardo Pimentel e VAGAS

Categorias: Dicas

Lohraynne Fernandes

Assessora de Marketing na LEVE Consultoria e Gestão de Projetos

0 comentários

Deixe uma resposta