COVID-19 E O TURISMO

COVID-19 E O TURISMO

COVID-19 E O TURISMO

Desde o início da pandemia do COVID-19, a indústria do turismo foi uma das primeiras a ser afetada, com o cancelamento de milhares de vôos, viagens, grandes eventos, entre outros. 

Antes de tudo, vamos entender o que é o Coronavírus:

Se trata de um vírus que causa infecções respiratórias além de ser transmissível. Seus sintomas se assemelham com a de uma gripe comum porém com a adição de maiores dificuldades para respirar. Portanto, suas formas de prevenção são basicamente iguais, confira:

https://coronavirus.saude.gov.br/images/png/2020/marco/02/img4-janela.png

Em virtude do crescimento do vírus ao redor do mundo, foi decretado o estado de quarentena aos países infectados, ou seja, o isolamento da população em suas casas a fim de diminuir a curva de crescimento da pandemia.

Visto isso, o turismo entra num estado de fragilidade por ser um setor que faz parte não apenas de destinos de férias mas também eventos populares e feiras de negócios, eventos os quais existe grande aglomerações de pessoas. No atual momento, foram cancelados milhares de voos ao redor do mundo; diversos locais turísticos, como a Disney, foram fechados para o público; meios de hospedagem, como hotéis e resorts, suspenderam suas atividades por tempo indeterminado.

Logo, nessa situação de crise, muitos negócios e cidades turísticas terão grande queda econômica daqui a alguns meses, o que pode levar ao fechamento dos mesmos além de aumentar o desemprego ao redor do mundo. Vale ressaltar que o turismo é uma das maiores fontes de receita do mundo, e já respondeu por 10,4% da economia de todo o planeta (Confira).

Notícias recentes no Brasil

No Brasil, o Governo Federal publicou recentemente uma cartilha com informações para o setor de viagens em relação ao coronavírus. Nela o Ministério do Turismo afirma facilitar o acesso para micro, pequenos e grandes empresários, dentre essas facilidades têm-se diminuição de juros ao ano, maior prazo para pagamentos de empréstimos e adiamento do pagamento de empréstimos para contratos vigentes.

Dentre outras medidas contidas da cartilha, informaram que o consumidor que adquiriu passagens por meio de agências de turismo e companhias aéreas que fazem negócios no Brasil – presencial ou virtual, em moeda nacional e em português – poderá realizar o reagendamento sem custo adicional. O mesmo vale para hotéis.

Recentemente, no Rio de Janeiro, o Governador do Estado, Wilson Witzel, sancionou novos projetos que permitirão a utilização de leitos de hotéis, pousadas e motéis para pacientes em quarentena. A lei ainda não foi decretada, porém já estão em contato com a rede hoteleira. Confira

Em suma, mesmo com toda a crise, acredita-se que os resultados irão melhorar, assim como a taxa de infectados diminuirá, para em breve as portas do mundo serem abertas novamente.

É importante também destacar também a nova campanha do Ministério do Turismo:

Ajude a economia e saúde do seu país, remarque sua viagem e/ou evento dos sonhos e cumpra com as medidas preventivas do coronavírus!

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais, fiquem em casa e lavem as mãos!

leveadmin

Deixe uma resposta